Crok Salad – Americana/SP

Olá pessoal!

Faz um tempo que não faço review de restaurantes mas com essa restrição do leite as coisas estão mais difíceis para mim, só assim pra gente ver como é complicado quem sofre com esse tipo de limitação.

Já faz um tempo que nós fomos no Crok Salad em Americana mas resolvi postar agora pois como não estou podendo comer nada achei que seria uma dica legal para quem também tem alergia a lactose ou até mesmo para os que querem seguir uma dieta saudável e gostosa.

0001-GUI_9348

0012-GUI_9371

O lugar é bem simples, mas tem muita opção de salada e pratos saudáveis, sem contar que o preço é muito bom e vem bastante comida.

Você pode pegar saladas prontas do cardápio ou montar a sua. Tem opção de comida também, tipo parmegiana light, crepes, wrap, açaí, vários sucos e etc.

0011-GUI_9369

0005-GUI_9356

O Gui pediu uma salada que ia filé mignon, croutons, batata palha, alface, cenoura, palmito e um molho que não lembro mas acredito que seja rosé. Na foto parece pouco mas vem muito, daria tranquilamente para nós dois dividirmos.

0010-GUI_9367

Eu peguei um crepe de presunto, queijo e tomate (nesta época estava comendo queijo) que vem acompanhado de salada e batata palha. Lembro que não consegui comer inteiro pois além de grande vem muuuuito recheio!

0013-GUI_9373

Além de ter um preço super justo pro tanto de comida que vem, o atendimento também é excelente, todos muito simpáticos. Se você esta procurando um lugar saudável e barato corra pra lá!

Crok Salad

Rua Fortunato Faraone, 108 – Americana/SP

(19) 3601-4325

Facebook

Espero que tenham gostado da dica de hoje.

Beijos e até a próxima!

Fotos: Guilherme Pavan

marilia

 

O Iluminado – Stephen King

Oi, tudo bem?

Como disse no post do livro Sob A Redoma, estou apaixonada por Stephen King. Na Páscoa invés de ganhar ovo de chocolate, pedi um livro e ganhei O Iluminado que estava querendo há muito tempo, mas estava esgotado em todos os lugares por conta da edição relançada com uma capa nova. Coloquei esse livro em “Um mistério ou thriller”.

DSC_0129 editada

Antes de começar a contar a história, peço que esqueçam tudo que viram no longa de Kubrick, pois o livro e o filme são bem diferentes e gosto de encará-los como obras separadas.

  • Um livro com mais de 500 páginas
  • Um romance clássico
  • Um livro que virou um filme
  • Um livro publicado este ano
  • Um livro com um número no título
  • Um livro escrito por alguém com menos de 30 anos
  • Um livro com personagens não humanos
  • Um livro engraçado
  • Um livro de uma autora feminina
  • Um mistério ou thriller
  • Um livro com um título de uma palavra
  • Um livro de histórias curtas
  • Um livro que se passa em um país diferente
  • Um livro de não ficção
  • O primeiro livro de um autor popular
  • Um livro que não leu ainda de um autor que você ama
  • Um livro recomendado por um amigo
  • Um livro ganhador do prêmio Pulitzer
  • Um livro baseado em uma história real
  • Um livro que está no final da sua lista
  • Um livro que sua mãe adora
  • Um livro que te dá medo
  • Um livro com mais de 100 anos
  • Um livro baseado inteiramente em sua capa
  • Um livro que você deveria ter lido na escola mas não leu
  • Um livro de memórias
  • Um livro que você leia em um dia
  • Um livro com antônimos no título
  • Um livro que se passa em algum lugar que você sempre quis visitar
  • Um livro que foi lançado no ano em que você nasceu
  • Um livro com uma crítica ruim
  • Uma trilogia
  • Um livro da sua infância
  • Um livro com um triângulo amoroso
  • Um livro que se passa no futuro
  • Um livro que se passa no ensino médio
  • Um livro com uma cor no título
  • Um livro que te fez chorar
  • Um livro com magia
  • Um romance gráfico
  • Um livro de um autor que você nunca leu
  • Um livro que você possui e nunca leu
  • Um livro que se passa em sua cidade natal
  • Um livro que originalmente foi escrito em outra língua
  • Um livro que se passa durante o Natal
  • Um livro de um autor com as mesmas iniciais que as suas
  • Uma peça
  • Um livro que foi proibido
  • Um livro baseado ou que se transformou em uma série de TV
  • Um livro que você começou e nunca terminou

Jack Torrance é um pai de família que está desempregado. Costumava ser professor em uma boa escola em Stovington, quando conheceu Al Shockley, ficaram muito amigos e seus problemas com a bebida pioraram até que Jack se tornasse alcoólatra como seu pai costumava ser. Um dia após agredir George Hatfield, um de seus alunos, Jack foi demitido e impedido de lecionar novamente. Sem emprego e sem perspectiva de uma vida melhor, ele, sua esposa Wendy e seu filho de 8 anos, Danny, se mudam para Boulder temporariamente até Jack conseguir seu emprego em Denver, Colorado para cuidar do Hotel Overlook durante o inverno, época do ano em que o Hotel fica fechado ao  público.

Danny Torrance é uma criança excepcional, sempre sabe o que seus pais estão sentindo ou pensando antes mesmo que seja dito e sabe de coisas que ainda não aconteceram, tudo isso graças ao seu “amigo imaginário” Tony. Jack e Wendy acreditam que isso seja apenas porque Danny presta atenção aos detalhes, mas na verdade é muito mais que isso. Enquanto Jack está fazendo sua entrevista para se tornar zelador do Hotel, Tony mostra a Danny o que acontecerá caso o pai aceite o emprego, mas Danny muito assustado com as visões perturbadoras só consegue se lembrar da palavra REDRUM.

Wendy Torrance é uma mãe e dona de casa comum que sofre com seu marido alcoólatra. Tudo piora quando Danny com 3 anos de idade derruba cerveja em uma das peças que Jack estava escrevendo, e Jack quebra o braço do filho tentando repreendê-lo. A partir desse dia, Wendy nunca mais confiou em Jack, mas não tem coragem de largá-lo, pois não tem para onde ir. Voltar para a casa de sua mãe está fora de cogitação já que elas não possuem um bom relacionamento. Wendy encara o novo emprego de Jack no Hotel como um novo começo, a perspectiva de um novo relacionamento, agora que Jack está sóbrio.

Quando a família se muda para o Overlook, Danny conhece o cozinheiro do hotel, Sr. Hallorann, que logo revela a Danny que ambos são pessoas iluminadas que conseguem pressentir e ver o que as pessoas comuns não conseguem. Hallorann alerta Danny que coisas muito ruins já aconteceram no hotel, mas que ele não precisa se preocupar, quando visse algo assustador, bastava olhar para outro lugar e aquilo teria desaparecido, mas pede ao garoto que nunca, jamais, vá ao quarto 217.

Quando o hotel encerra sua alta temporada e todos vão embora, tudo está indo incrivelmente bem para a família Torrance. Danny não teve mais nenhum de seus ataques estranhos e o casal Jack e Wendy estão se dando tão bem quanto recém-casados. Jack tem pequenos trabalhos para realizar todos os dias, como consertar as telhas e regular a caldeira do hotel que tem que estar sempre certinha para não superaquecer. Depois de realizados os trabalhos, Jack tem o resto do dia para escrever sua peça que está fluindo incrivelmente bem.

DSC_0139 editada

Até o dia em que Jack pega um ninho de vespas aparentemente vazio e dá de presente a Danny, da mesma forma que seu pai o havia presenteado quando criança. O problema é que o ninho de vespas não estava realmente vazio e Danny é picado diversas vezes enquanto dormia e tem que ser levado às pressas ao consultório médico em Sidewinder, Wendy começa a se perguntar se não seria melhor se ela e Danny ficassem na casa de sua mãe durante o inverno. Nesse momento começamos a ver alterações na personalidade de Jack, que começa a pensar de forma mais parecida com seu temido pai quando este batia em seus irmãos e em sua mãe, a mudança é sutil, mas dá para ser notada. Quando Wendy expressa sua vontade de ficar em um local que não fique isolado pela neve durante todo o inverno, Jack desaprova a ideia e começa a sabotar secretamente esse plano.

E agora que Jack está começando a ser influenciado pelo hotel Overlook, cabe a Wendy e Danny a missão de tentar sair de lá com vida.

O que mais gostei do livro é o modo como Stephen King consegue mostrar o desenrolar da personalidade complicadíssima das personagens, coisa que ele faz muito bem em suas obras. Em vários momentos fiquei um pouco assustada e não o li à noite em casa sozinha. A história é muito bem construída e recheada de um terror psicológico incrível. Se você é apaixonado pelo filme e quiser ler o livro, tenha em mente que são histórias muito diferentes e os dois têm seus pontos fortes e fracos.

jack-nicholson-gif-3

Beijos e até a próxima.

Carolina

Marilices Songs – Brasileiros

Olá pessoal, tudo bem?

Antes de tudo gostaria de explicar o porque de eu estar meio sumida com as postagens de receitas. Não, eu não vou deixar de postar mas semana retrasada eu voltei com meu tratamento alérgico e descobri que estava com alergia a leite, tomate e carne de porco, isso não vai ser permanente e daqui uns meses vou poder voltar a comer, mas por enquanto estou tentando evitar comer este tipo de alimentos, o que esta sendo bem dificil pois tudo nesse mundo vai leite, para não ficar com a alergia atacada. E para os que acham que o que estou falando é frescura, pode jogar aí no Google “Alergia Gastrointestinal” que vocês vão ver que isso é uma doença “normal”, as vezes você tem e nem sabe.

Vou procurar fazer receitas que não vão leite daqui pra frente até porque não gosto de cozinhar e não experimentar o que estou fazendo, por isso se você pediu alguma receita e eu não fiz fique calmo, ela tá na listinha e assim que eu sarar vai vir pro blog e se você souber de alguma que não vá leite, carne de porco e tomate, por favor me fale. 😉

3e580eb2f8e5dd5d1b2a59e0a7bef397

Voltando ao post, separei algumas músicas de cantores/bandas brasileiras que eu adoro.

1) Tiago Iorc – Story Of a Man

Acho que muitos já conhecem o Tiago Iorc pela música “Nothing But a Song” ou o famoso cover “My Girl” que ele fez uns anos atrás, independente dele ser conhecido ou não eu o adoro e essa música é uma das minhas preferidas tanto pela letra como pela melodia. Se você gosta de cantores estilo John Mayer vai adorar este cantor. ❤

“You spend most time
Judging everything as if you ever knew a thing
There’s more to things than just one thing
Spend more time respecting.”

2) Suricato – Diante de Qualquer Nariz

Acho que o único programa bom que a Globo fez foi o Superstar aonde você consegue descobrir bandas brasileiras muuuito fodas! O Suricato não podia ser diferente, fiquei muito chateada por eles não terem ganhado mas faz parte, o importante é que eles estão conseguindo seu espaço no cenário e com um estilo que poucas bandas brasileiras fazem. É muito bom ver que o povo brasileiro ta recomeçando a apreciar bandas boas, mesmo tendo muita porcaria por aí.

“Talvez eu possa te mostrar, diante de qualquer nariz,
que, pra entender o que há dentro, leva tempo.”

3) Pipo Pegoraro – Taxi Imã

O que dizer o Pipo, eu sei que muitas vão odiar e achar péssimo, mas eu adoro e essa música é minha preferida porém old. Eu adoro a voz desse cara e também a melodia das musicas dele, da até vontade de dançar mansinho hahaha.

“É fantástico viver e tê-la comigo
Pensar meio junto diferente no mesmo assunto
Telepático, saber o que quer
Sem mesmo te ver chegar mais cedo pra te receber.”

4) Silva – Janeiro

Primeiro gostaria de expor a minha #chateação do Silva ir na Virada Cultural em Campinas e não em Piracicaba, eu gosto muito deste cantor e acompanho o trabalho dele faz tempo já, queria muito ter visto o show. Enfim, ouçam as músicas dele porque são muito boas e as letras bem legais! ❤

“Não dê bola, o dia está lindo
Vem pra fora
Mesmo fingindo
Quem te amou, te amou
Quem não te amou que bobeou.”

5) Vanguart – Meu Sol

E pra fechar uma música bem conhecidinha do Vanguart mas que adoro.

“Só pra você
Eu tenho os olhos e meu coração
Espero o teu sorriso e as tuas mãos
Não esquece, o Sol renasce amanhã
A vida, enfim vivida de manhã
Quando tenho você
Sempre você é
Meu Sol.”

Então é isso, espero que ouçam e gostem!

Beijos e até a próxima.

marilia

Tem-que-ter

image2

Diante dos posts de moda que têm aparecido ultimamente, vemos um termo quase viral na blogosfera.
“As peças tem-que-ter desse inverno.”, “O sapato que toda mulher tem-que-ter.”, “O casaco que você tem-que-ter”, e etc.
Esse termo tão utilizado seria “cômico se não fosse trágico”, se posso assim dizer! Haha
Menos grave seria se apenas os meios de informação totalmente informais o utilizassem, mas grandes sites usam essa mesma forma de comunicação com o leitor.

image1Em meio ao bombardeio de informações que recebemos todos os dias, abordagens como essa passam despercebidas pela gente, mas, se prestarmos atenção, chega a ser ofensiva a forma como esses textos nos reduzem a meros robôs condicionados ao consumo.
O consumidor de hoje é muito mais informado e exigente. A época da alienação causada pelo marketing infiel passou, e, nos dias de hoje, temos oportunidade clara de escolha.
Todos nós, homens e mulheres, temos acesso ao que acontece no mundo da moda e do consumo, e, mais do que isso, fazemos parte deles, e não é de hoje.
A intenção de mesclar e embaçar a noção de necessidade e desejo nos dizendo o que precisamos ou não é um insulto à inteligência do consumidor atual.
Somos críticos e não apenas aceitamos o que nos é imposto, e, diminuir o nosso senso ao ponto de nos falar o que “temos-que-ter” não é, e cada dia menos vai ser, uma boa forma de ditar a moda.

image3Essa postagem foi feita pra comentar apenas um dos desaforos que vemos na internet, e isso falando somente de moda, porque, se fossemos falar de tudo o que vemos, um post seria pouco!
Liberdade de escolha é mais do que certa, e respeitá-la é o que mantém a beleza da moda.

Rachel

Cebolas e suas Diferenças

Olá pessoal!

Acredito que muito de vocês que estão começando a cozinhar tenham duvidas a respeito de alguns alimentos que utilizamos na cozinha, pensando nisso resolvi criar uma série aqui no blog aonde eu conto um pouco sobre eles para que vocês não passem vergonha na hora de comprar, haha.

O tema de hoje vai ser cebola. Muitos amam e muitos odeiam e poucos sabem o que faz elas terem diversas variações seja com gosto, cor ou formato.

1ffb78f44816c7996d061cb634d1f843

Vamos começar com a cebola amarela que todo mundo conhece, são as mais usadas nas cozinhas brasileiras. Ela tem um gosto forte e na maioria das vezes nos faz chorar, podem ser utilizadas em inúmeros pratos e ficam melhores refogadas pois assim seu gosto forte diminui.

03faa9144360e98b10a5e7df22b4556f

Muito parecida com a amarela nós temos a branca que possui a casca branca obvio, porém é maior  e mais perfumada que a cebola normal. Ela não é tão forte quanto a amarela mas a indicação é também utiliza-la para refogar alimentos. Este tipo é muito utilizada na Espanha.

d37a19798e97b04004539ccbb0065ce5

A cebola roxa é diferente das de cima pois além de possuir uma coloração arroxeada ela tem um sabor menos forte e adocicado. Elas são ótimas para consumir cruas e decorar saladas, lanches, etc. Geralmente são mais caras do que as outras e mais difíceis de achar.

chalota

A Chalota é um cebola mais refinada e com um sabor suave. São mais utilizadas nos países europeus e ficam ótimas em molhos. Elas são mais difíceis de serem encontradas.

40743fc14627fa445095483101118155

E por último temos a cebolinha, ela tem um formato totalmente diferente das que vimos a cima, são fáceis de achar e de plantar. Conhecidas e utilizadas na cozinha de vários países no Brasil é muito usada especialmente para temperos e finalizações de pratos.

E agora que você já sabe as diferenças entre elas, que tal fazer uma receita com cebolas? Já postei um quiche que é de cebolas caramelizadas e calabresa, além de ser delicioso é muito fácil de fazer.

https://marilices.com/2015/05/08/quiche-cebobresala/

0016-DSC_1674

Beijos e até a próxima!

marilia

 

 

Barceloneta Bar y Tapas – Piracicaba/SP

Olá pessoal!

Semana passada fomos em um restaurante/bar que abriu em Pira a algum tempo chamado Barceloneta Bar y Tapas. Já peço desculpas em relação aos preços pois esqueci de anotar e infelizmente não lembro de cabeça. Eles tem o cardápio com todos os valores no Facebook.

0001-GUI_8356

O ambiente é bonito e bem aconchegante por conta da meia luz e as velas que ficam acesas nas mesas. Nós fomos em um dia meio friozinho mas acredito que no verão seja gostoso sentar nas mesas do lado de fora e ficar olhando o movimento da rua.

A trilha sonora que estava tocando me chamou muito atenção pois além de tocar várias músicas do Chet Faker, que é um cantor que adoro e acompanho faz 2 anos, o som estava bem agradável e dava pra conversar tranquilamente.

0013-GUI_8369

Eu adorei os cardápios, são bem simples mas achei fofo e criativo.

0031-GUI_8386

Eu pedi um drink que chama Nordic Taste R$18,00 que vem vodka, maçã verde, granadine, suco de limão siciliano e prosecco. É docinho mas nem tanto e o gás do prosecco deixa parecendo um refrigerante, uma delicia! 0035-GUI_8390

O Gui pediu um Gin Tonica Essence R$28,00 que vem casca de abacaxi caramelizada, bitter aromatic e amora.

Eles tem uma vasta opções de bebidas. De todos restaurante que já fui aqui em Pira este é o que possui os drinks mais diferentes e com preços não abusivos.

0049-GUI_8404

De entrada ou “bocadas” nós pedimos as Batatas Bravas R$13,00 que são batatas rusticas fritas e acompanhadas de uma maionese de alho muito gostoso e molho de tomate picante que nem é tão picante. Achei muuito boa e uma porção ideal para duas pessoas que gostam de pedir mais coisas, você come e sobra espaço para mais comida.

0056-GUI_8411 0069-GUI_8424

Além dessas várias entradas que eles vendem tem também os “pratos principais” que não são tãooo grandes mas que enchem bastante. Eu não sei se sou eu que como muito pouco mas a Paella de Frutos do Mar R$26,00 que eu pedi veio bastante, daria para comer em duas pessoas sossegado. A paella veio muito saborosa e com ervilha fresca que eu adoro, porém o arroz estava um pouco cru, faltou cozinhar um pouquinho mais. 😦

0062-GUI_8417

O Gui pediu um macarrão chamado Casarecce Gratinado com Salmão e Frutos do Mar R$27,00 que estava estupidamente maravilhoso. Na próxima vez que voltarmos quero pedir de novo porque o gostinho do queijo gratinado em cima com o molho do fundo e o salmão, meu deus, é bom DEMAIS! Eu sempre tive preconceito em comer salmão no macarrão, mas depois deste mudei meu conceito.

0085-GUI_8440

Depois pedimos uma Sangria que é uma bebida bem conhecida na Espanha. Eles tem de várias opções mas escolhemos a San Miguel R$26,00 que vem vinho tinto, uvas verdes, morango, brandy, limão siciliano, xarope de cravo e espumante brut. O Guilherme nunca tinha tomado e adorou.

0095-GUI_8450

E por ultimo pedimos um Mini Churros com Chocolate R$14,00. É bem gostoso mas eu prefiro com doce de leite, sei que o restaurante é espanhol mas podiam por a opção. O chocolate que vem para mergulhar é tipo um ganache ou seja não muito doce, mas é gostoso. ❤

Se você procura um lugar para beber drinks diferentes feitos com bebidas de qualidade com seus amigos ou comer comidas com preços justos, Barceloneta Bar y Tapas é o lugar!

Não vejo a hora de voltar, se você já foram me digam o que acharam do lugar.

Barceloneta Bar y Tapas

Rua Dom Pedro I, 670, Centro – Piracicaba/SP

39272812

Facebook | Instagram: @barbarceloneta

Beijos e até a próxima.

marilia

Fotos: Guilherme Pavan

 

Biscoito de Cranberry

Olá pessoal!

0053-DSC_1864

Esses dias eu comprei cranberry desidratada e pensei em fazer algum bolo, mas como estou nesta onda de receitas mais fáceis, achei que um biscoito com cranberry, castanha do Pará e chocolate fosse uma ótima opção para quem quer comer algo gostoso mas que não seja super calórico.

0015-DSC_1769Apesar de ir manteiga nesta receita, ela é bem mais saudável mas sem ser aquele biscoito sem graça e também não é muito doce.

0019-DSC_1776Eu usei castanha do Pará mas vocês podem utilizar a que mais gostarem e se querem uma receita menos calórica podem por o chocolate amargo e o agave no lugar do açúcar refinado, como eu usei.

0035-DSC_1820 0045-DSC_1850

Nesta foto eu não tinha achatado, mas gosto de fazer isso antes de ir no forno.

Bora para a receita…

INGREDIENTES:

1 xícara de farinha de trigo (podem usar 1/2 da branca e 1/2 integral)

3 colheres de sopa de maisena

1 colher de chá de fermento

1/2 xícara de manteiga SEM SAL derretida

1/3 xícara de Agave (vocês podem também utilizar mel, melado, etc.)

1 colher de chá de baunilha

1/2 xícara de chocolate

15 unidades de cranberry

6 unidades de castanha do Pará cortadas

*As castanhas, cranberry e chocolate vocês podem por a gosto.

MODO DE PREPARO:

Pré aqueça o forno a 200°C.

Coloque em uma tigela a farinha de trigo, maisena, fermento e misture. Derreta a manteiga, pode ser no microondas, adicione na mistura seca e mexa bem. Depois acrescente a baunilha e o agave e misture até ficar uma massa homogênea. Logo após coloque o chocolate, cranberry e castanha do Pará cortadas, misture bem, faça bolinhas do tamanho que desejas e coloque no forno por aproximadamente 30 minutos ou até o biscoito estiver dourado.

0052-DSC_18610065-DSC_1893Depois que esfriar coloque em um saquinho e presenteiem quem vocês amam. ❤

Aaaah e vocês podem armazenar estes biscoitos por vários dias, eles duram bastante!

Espero que tenham gostado da receita, é super simples e em 1 hora vocês fazem.

Beijos e até a próxima!

marilia